Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Hara Hashi Bu Conheça a técnica japonesa da alimentação que trás longevidade by NutriQuântica®

Viva Kerid@!

Torna-se fundamental educar a mente na hora das refeições. Os níveis de observação, atenção e foco enquanto como, influenciam a qualidade da digestão, a absorção e principalmente a absorção.

Aprendi esse caminho com uma filosofia Japonesa o Hara Hashi Bu, uma vez que os japoneses são a população com maior número de centenários do mundo, é natural que vá a essa cultura buscar influencia e exemplo de atitude.

Desde muito cedo na minha carreira, sinto admiração por essa cultura e pela forma com que se conectam com os alimentos e a rotina alimentar: com honra, respeito, com conexão…

Hara Hashi Bu promove a consciência na hora da refeição, de forma a sair com 80% de saciedade, ou seja, evitar de se empanturrar e encher totalmente o estomago.

Essa estratégia, favorece o equilíbrio do corpo e evita a produção excessiva dos radicais livres e gases durante o processo digestivo.

Os radicais livres são moléculas que são produzidas em excesso, quando comemos demais e mesmo a comer saudável. Podem atacar as nossas células saudáveis, a causar morte celular ou envelhecimento precoce, o que favorece os mais diversos sintomas, desde dores de cabeça, inchaço, aumento de gases, até insónia, depressão e favorece ainda o surgimento de doenças degenerativas como cancro, demência e doenças coronárias.

Além disso, ao sairmos da mesa com a sensação que ainda podemos comer mais um pouco (80% saciedade), promovemos o treino mental, do que também chamo da “Yoga da Alimentação”. Cria o hábito de auto consciência, foco e observação no agora e educa-nos para estarmos vigilantes e dominarmos nossa mente, a evitar procrastinação e desculpas para os excessos alimentares.

Além disso, facilmente trocamos as sensações de sono, letargia, moleza, preguiça, inchaços, típicos de quando comemos demasiado; por sensações de dinâmica, jogo de cintura, concentração, foco e consciência, de quando comemos apenas o suficiente. Tornamo-nos mais maduros e capazes de ouvir a intuição na escolha da melhor atitude frente aos acontecimentos do dia.

Em todas as refeições temos a oportunidade de exercitar nosso livre arbítrio e dominar nossas paixões, educando-nos para uma vida mais coerente e madura.

Em todas as refeições, escolhemos se vamos nos aproximar ou afastar das doenças!

Tudo nessa vida é uma questão de treino!

Assim deixo-te com essa reflexão: “Com que objetivo te alimentas”?

Eu Sou Camila Cardoso

Leia outros artigos sobre o poder da nutrição mental aqui no blog:

Comente o que achou:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saiba Mais
Constelações Familiares & Ajuda sistémica na relação com a alimentação e mais! By NutriQuântica®

Constelações Familiares & Ajuda sistémica na relação com a alimentação e mais! By NutriQuântica®

https://www.youtube.com/watch?v=wjWrrIYaWts&t=5sViva Kerid@!Nesse ano estou a trabalhar com algumas parcerias, pois acredito que o trabalho multidisciplinar é muito mais rico e capaz de cercar todas as áreas para a Saúde &

A Batata engorda? By NutriQuântica®

A Batata engorda? By NutriQuântica®

https://youtu.be/QfiJVTl2vso?si=Z7O23AMEKGKQ1TLpViva Kerid@!Durante muitos anos estava mais habituada a trabalhar com o pensamento convencional, aonde muitas vezes o foco é muito mais o emagrecer ou ganhar músculos. Pensar somente em macronutrientes

Hara Hashi Bu Conheça a técnica japonesa da alimentação que trás longevidade by NutriQuântica®

Hara Hashi Bu Conheça a técnica japonesa da alimentação que trás longevidade by NutriQuântica®

https://youtu.be/kEz2ImmIV2U?si=GZn-a0Hqe_15obBwViva Kerid@!Torna-se fundamental educar a mente na hora das refeições. Os níveis de observação, atenção e foco enquanto como, influenciam a qualidade da digestão, a absorção e principalmente a absorção.Aprendi

Aceitação, uma emoção & vibração essencial ao bem-estar by NutriQuântica®

Aceitação, uma emoção & vibração essencial ao bem-estar by NutriQuântica®

https://youtu.be/ofPUX9R8muMViva Kerid@!A aceitação é algo fundamental para vivermos em realidade, consciência e encontrarmos equilíbrio emocional.Longe de estar a falar para sermos parvos e aceitar tudo de todos.Antes sim, estar consciente

Cook Show Inhame/ Cará

Cook Show Inhame/ Cará

Viva Kerid@!Conheces o Inhame?Um tubérculo super versátil e rico em nutrientes!Hoje trago um cook show ao vivo passo a passo como utilizo-o.Nos dias que correm e com alergias e sensibilidades,

Crenças Limitantes

Crenças Limitantes

Viva Kerid@!Fique atent@ em que bases estrutura a tua vida, em que valores e crenças!Pois está ai toda a diferença! Perspetiva e referências podem nos deixar integrados e felizes ou

Viva Kerid@!

Torna-se fundamental educar a mente na hora das refeições. Os níveis de observação, atenção e foco enquanto como, influenciam a qualidade da digestão, a absorção e principalmente a absorção.

Aprendi esse caminho com uma filosofia Japonesa o Hara Hashi Bu, uma vez que os japoneses são a população com maior número de centenários do mundo, é natural que vá a essa cultura buscar influencia e exemplo de atitude.

Desde muito cedo na minha carreira, sinto admiração por essa cultura e pela forma com que se conectam com os alimentos e a rotina alimentar: com honra, respeito, com conexão…

Hara Hashi Bu promove a consciência na hora da refeição, de forma a sair com 80% de saciedade, ou seja, evitar de se empanturrar e encher totalmente o estomago.

Essa estratégia, favorece o equilíbrio do corpo e evita a produção excessiva dos radicais livres e gases durante o processo digestivo.

Os radicais livres são moléculas que são produzidas em excesso, quando comemos demais e mesmo a comer saudável. Podem atacar as nossas células saudáveis, a causar morte celular ou envelhecimento precoce, o que favorece os mais diversos sintomas, desde dores de cabeça, inchaço, aumento de gases, até insónia, depressão e favorece ainda o surgimento de doenças degenerativas como cancro, demência e doenças coronárias.

Além disso, ao sairmos da mesa com a sensação que ainda podemos comer mais um pouco (80% saciedade), promovemos o treino mental, do que também chamo da “Yoga da Alimentação”. Cria o hábito de auto consciência, foco e observação no agora e educa-nos para estarmos vigilantes e dominarmos nossa mente, a evitar procrastinação e desculpas para os excessos alimentares.

Além disso, facilmente trocamos as sensações de sono, letargia, moleza, preguiça, inchaços, típicos de quando comemos demasiado; por sensações de dinâmica, jogo de cintura, concentração, foco e consciência, de quando comemos apenas o suficiente. Tornamo-nos mais maduros e capazes de ouvir a intuição na escolha da melhor atitude frente aos acontecimentos do dia.

Em todas as refeições temos a oportunidade de exercitar nosso livre arbítrio e dominar nossas paixões, educando-nos para uma vida mais coerente e madura.

Em todas as refeições, escolhemos se vamos nos aproximar ou afastar das doenças!

Tudo nessa vida é uma questão de treino!

Assim deixo-te com essa reflexão: “Com que objetivo te alimentas”?

Eu Sou Camila Cardoso

Leia outros artigos sobre o poder da nutrição mental aqui no blog: